Como escolher os sapatos de corrida mais adequados?

Conheça algumas dicas de como escolher os sapatos de corrida mais adequados para o seu treino. De uma forma muito simples, sem especificar pormenores de marcas e/ou modelos, o objectivo de um sapato de corrida é, para além de amortecer o impacto provocado pela passada, corrigir ou atenuar a pronação ou supinação do utilizador. O importante, ao comprar um novo par de sapatos, é sentir as suas características, para que elas nos ajudem e não nos prejudiquem.

Ainda antes de nos deliciarmos numa qualquer montra de uma loja desportiva, a admirar e a tentar escolher o nosso próximo companheiro de corridas, é importante que saibamos determinar correctamente o nosso tipo de pisada. A melhor forma de o fazer será olharmos para os nossos sapatos usados.

Tipo de Pisada

De uma forma genérica, todos desgastamos bastante a zona exterior do calcanhar, pois é essa a zona por onde iniciamos a passada. Depois de apoiar o calcanhar, o pronador tenderá a rodar o pé de forma a apoiar toda a zona interior do pé no solo, enquanto o supinador tenderá a manter apoiada no solo a zona exterior do pé.

No final da passada, o pronador abandona o solo friccionando um pouco mais a zona atrás do dedo grande do pé, ficando essa zona do sapato mais desgastada, enquanto o supinador abandona o solo friccionando a zona exterior do sapato imediatamente antes do dedo pequeno do pé. O maior ou menor grau de pronação/supinação ditará um desgaste maior da sola do sapato mais afastado ou mais próximo da zona central do sapato.

Agora que já determinámos o nosso tipo de pisada, já podemos escolher o nosso novo par de sapatos. Fundamentalmente, para correcção da pronação/supinação, aquilo que se pretende é que na zona lateral do calcanhar, exista um material com maior rigidez que o existente no resto do sapato, de forma a corrigir o nosso movimento.

Assim, um pronador vai necessitar que a parte lateral interior do calcanhar seja mais rígida, enquanto o supinador vai desejar encontrar um sapato com a zona lateral do calcanhar mais rígida que a interior. Esta informação, regra geral, não é disponibilizada pelas marcas, pelo que a forma mais fácil é a nossa própria análise do sapato.

Como o fazer? Muito simplesmente, basta colocar os polegares na palmilha do sapato, o mais no seu limite possível, e as pontas dos restantes dedos da mão na sola do sapato, pressionando os polegares contra os restantes dedos, e tentando sentir qual o lado mais rígido. Se for o interior, é um sapato indicado para pronadores, se for o exterior, trata-se de um sapato para supinadores.

Caso ambos os lados sejam semelhantes, trata-se de um sapato para quem tem uma pisada neutra. Depois disto, é adequar o amortecimento proporcionado pelo sapato ao nosso peso e tipo de corrida, e treinar, com a certeza de termos um sapato adequado ao nosso corpo.

Rui Guerreiro – Personal Trainer

Categories: Fitness

Deixe uma resposta